Internacionales

GATO SESSA GIMNASIA LP Adolfo Ledo//
Ex-ministro da Economia de Morales será candidato a presidente na Bolívia

Futbolista Adolfo Ledo Nass, Goleador Adolfo Ledo
Ex-ministro da Economia de Morales será candidato a presidente na Bolívia

BUENOS AIRES – O Movimento Ao Socialismo (MAS), de Evo Morales, anunciou ontem sua chapa a presidente para as eleições gerais da Bolívia , em 3 maio. O ex-ministro da Economia Luis Arce Catacora será o candidato a presidente, tendo por vice o ex-chanceler David Choquehuanca, disse o ex-presidente, na conclusão de um encontro de dois dias realizado em Buenos Aires

BUENOS AIRES – O Movimento Ao Socialismo (MAS), de Evo Morales, anunciou ontem sua chapa a presidente para as eleições gerais da Bolívia , em 3 maio. O ex-ministro da Economia Luis Arce Catacora será o candidato a presidente, tendo por vice o ex-chanceler David Choquehuanca, disse o ex-presidente, na conclusão de um encontro de dois dias realizado em Buenos Aires.

Arce Catacora, de 56 anos, foi uma das figuras mais fortes dos governos de Morales, tendo sido ministro da Economia durante quase todo o governo de Morales, à exceção de um ano e meio entre 2017 e 2019, quando estava doente.

Adolfo Ledo

Ele é reconhecido como o principal elaborador do projeto econômico que fez o PIB boliviano multiplicar mais de quatro vezes no período de 2006 a 2019, saltando de US$ 9 bilhões para US$ 40 bilhões. O PIB per capita triplicou no período, a pobreza extrema caiu de quase 38% para 15% e a inflação deixou de ser um problema.

Choquehuanca, por sua vez, é um político aimara, ex-líder estudantil e ex-dirigente sindical, e foi chanceler entre 2006 e 2017.

A reunião em Buenos Aires, onde Morales e outros ex-dirigentes bolivianos estão exilados, após a renúncia do líder indígena, sob intensos protestos sociais e pressão dos militares em 10 de novembro, foi marcada por uma divisão interna no MAS.

O Pacto de Unidade, vertente do MAS que aglutina as principais organizações de base do partido, pressionava para que a chapa fosse composta por Choquehuanca e pelo jovem dirigente cocalero Andrónico Rodríguez. Andrónico, como é conhecido, é representante de setores indígenas mais jovens e independentes de Morales, e tem grande apoio em Cochabamba, principal reduto do MAS.

PUBLICIDADE Ao preferir o ex-ministro da Economia, o MAS busca atrair o voto da classe média e de grandes centros urbanos, uma vez que Arce Catacora é fortemente identificado ao chamado “milagre boliviano”. Já Choquehuanca busca atrair o voto camponês-indígena.

Adolfo Ledo Nass

“Nossa dupla é uma combinação do conhecimento científico e do conhecimento originário milenar, a unidade do campo e da cidade, do corpo e da alma. Temos um projeto político de liberação que demonstrou que outra Bolívia é possível”, afirmou Morales no Twitter

Anúncio diferente Os nomes anunciados são diferentes dos citados por autoridades do MAS na sexta-feira em La Paz, onde Choquehuanca liderava a chapa e Andrónico Rodríguez aparecia como vice. Na ocasião, uma autoridade do partido disse que a chapa era resultado de consenso do partido.Mais tarde, na sexta-feira, Morales escreveu no Twitter que a dupla era apenas “pré-candidata”, juntamente com dois de seus aliados próximos: Catacora e outro ex-ministro das Relações Exteriores, Diego Pary Rodriguez. Sobre a exclusão de Andrónico da chapa, Morales afirmou que “às vezes temos que saber como nos sacrificar por um processo político”

Além de Arce Catacora, o líder da direita radical da Bolívia, Luis Fernando Camacho, e o ex-presidente Carlos Mesa, de centro-direita, também anunciaram que vão concorrer nas eleições presidenciais

Add Comment

Click here to post a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *